domingo, 31 de julho de 2011

Eu sinto uma vontade absurda de...

Eu sinto uma vontade absurda de falar contigo e não apenas olhar para sua foto. Eu sinto uma vontade louca de perguntar como anda sua vida sem mim. Provavelmente anda boa, devo imaginar. Sabe, desde que tudo acabou eu abro essa maldita janela do MSN todos os dias para dizer que aquelas falsas palavras ditas por você ainda ecoam em minha mente. Talvez você não sinta vontade de ler nem meu “oi”; talvez pra você tenha sido mesmo só brincadeira. Mas, meu bem, pra mim foi muito além. Pra mim foram dias sorrindo só por te imaginar ao meu lado. Pra mim foram horas querendo sentir seu abraço, e desejando tocar sua pele. Mas não precisa falar nada, eu sei que pra você não teve a mesma importância. Eu sei que pra você foram só alguns meses desperdiçados. E não querendo parecer frágil, querido, mas meus olhos já estão úmidos por sua causa. Você sempre consegue fazer com que eu vá dormir pensando nas palavras que não disse, nas atitudes que não tive. Você sempre consegue fazer com que eu perceba que, por mais que eu não queira, meu amor por você só tem a crescer.

"Você não quer mais nada..."

"Você não quer mais nada dessa vida. Quer ele. E só. Quer ele te abraçando com aquela mão macia. Com aquele corpo quente. Aqueles olhinhos brilhando do seu lado. Aquele olhar que fala sem palavras. Aquele sorriso mais do que fofo. Aquele cara que chegou e te rendeu sem o mínimo esforço. Por quem você abandonaria todos os outros caras interessantes que te ligam sábado à noite. Deletaria do seu celular todos os números de telefone. Por quem você largaria todas as outras propostas. Arriscaria começar tudo de novo. Ele é o cara pra quem você olha e pensa: fica na minha vida pra sempre?"

"Porque..."

“Porque me deu agora de repente uma vontade danada de abraçar você, mas de corpo presente e ficar junto, sem assunto, deixando a vida passar.” 

Mário de Andrade

Sempre que eu penso...

Sempre que eu penso em alguma coisa bem idiota, não consigo mais parar de rir, mas por pouco tempo, de repente eu fico imaginando se você estivesse aqui, olharia pra mim como se eu fosse uma louca e só balança a cabeça. Você não sabe como eu sinto falta disso, e de todo o resto, desde os pequenos até os grandes momentos ao seu lado.

E não importa...

E não importa o quanto tente, nunca poderá esquecer como doeu quando aconteceu.

Você nunca foi sincero...

Você nunca foi sincero com que sentia, você me torturou todo esse tempo e acabamos em nada. Acabou. 
Tati Bernardi

Então, eis a minha única curiosidade...

Então, eis a minha única curiosidade: você às vezes pensa nisso como eu penso? Com um suave aperto no coração?

Quando você vai entender...

Quando você vai entender que eu preciso de você aqui do meu lado?

As lembranças...

Lembranças machuhcam. As boas, mais ainda.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Eu acredito que é importante...

Eu acredito que é importante a gente aprender a dizer não. Toda a minha vida eu disse sim. Sim, eu faço. Sim, eu cuido. Sim, eu assumo. Sim, eu me rendo. Sim, eu aceito essa pizza. Sim, eu levo. Sim, eu busco. E isso só me fez mal. Já fui usada, já fui traída, já fui negada, já fui rejeitada, já fui humilhada. Já fui um pouco de tudo.

Clarissa Correa

São nos pequenos gestos...

São nos pequenos (mas grandiosos) gestos que a gente descobre quem gosta da gente de verdade.

Clarissa Correa

terça-feira, 26 de julho de 2011

Hoje eu queria te falar que...

Hoje eu queria te falar que tem coisas que machucam. Te ver feliz, por exemplo. Não, não pense que eu sou uma malvada ou desgraçada ou descarada ou desalmada. Ou talvez pense, pois talvez eu seja tudo isso e mais um pouco. É, talvez. Hoje eu só penso no talvez. Se você não tivesse ido embora talvez as coisas não tivessem chegado a esse ponto, entende? Mas você foi, eu fiquei e junto comigo ficou uma coisa entalada na garganta.
Não gosto dessa sensação azeda de coisa mal resolvida. Comigo tudo é muito limpo e exato e você chegou virando minha vida do avesso, me bagunçando, me dando frio na barriga, fazendo minhas pernas tremerem e meu coração desacelerar. É, eu sei que quando a gente se apaixona o coração acelera, o meu fez o caminho contrário, devia ter percebido ali, logo ali que tinha algo errado. Mas não.
Fiquei encantada, era puro encanto o que eu sentia por você. Aquele olhar manso e sedutor chegou me convencendo de mansinho que a vida valia mesmo a pena, que você valia mesmo a pena, que você valia cada lágrima besta e salgada que eu engolia noite após noite. Você conseguiu fazer da minha vida o mais lindo paraíso e o mais horrendo inferno. E eu gostei, sabe? Gostei alucinadamente. E ninguém suspeitou, nem eu. Porque devo ter um lado maluco que gosta de sofrer, que gosta de chorar, que gosta de implorar, que gosta de sentir dor, muita dor. Dor é o nome daquilo que você me causava. Mas era como droga, eu gostava, pedia mais, você me dava e aí eu vivia viciada, suja, pelos cantos, caidaça. Ninguém desconfiou. Nem eu.
Hoje eu queria te falar que tem coisas que machucam. Te ver feliz, por exemplo. É isso mesmo. Me machuca te ver feliz assim, tão rápido. Você sentiu saudade? Você ainda pensa em mim? Você ainda sonha comigo? Ainda resta alguma coisa? Parece que não, você fica por aí todo sorridente, todo felizinho, como se eu não tivesse existido nenhum dia, nenhuma vez e você existiu aqui e ainda existe dentro de mim todos os dias. É, no mínimo, injusto. Mas a vida não é justa, eu sei, você sabe, nós sabemos e te ver feliz é a pior coisa que podia ter me acontecido.

São coisas assim que me dão a certeza de que só eu vivi aquele sentimento.

Era só você pedir...

Era só você pedir pra eu ficar que eu ficava. Era só você falar que precisava de mim ao seu lado que eu não iria embora. Era só você falar que não sera a mesma coisa sem mim que eu nunca tentaria esquecer você. Mas voce não pediu, você não falou… você nem se importou em dizer adeus. E eu fui embora arrastando pelo chão tudo o que eu tinha. Meu coração.

Jhuly dos S.

"Eu gostei de você porque..."

“Eu gostei de você porque você é meio ogro, meio doce, você é ogrodoce.”
Tati Bernardi

Ela fala "tipo" e "mano"...

Ela fala “tipo” e “mano” a cada duas palavras, xinga qualquer um. Parece forte, mas é só uma frágil garotinha. Tão mulher, tão menina, tão doce, tão grossa. Tão rebelde, tão serena, tão romântica, tão estressada, tão preguiçosa. Te lembra alguém?

Um pouco de raiva não me fará...

Um pouco de raiva não me fará mal. Há frutos que apodrecem por excesso de doçura.

Então me perco...

Então me perco em pensamentos de um passado que há muito tempo eu quero esquecer.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Não é fácil...

Não é fácil, muitas vezes eu me sinto sufocar de saudade, de vontade de estar perto.
Caio Fernando Abreu

Guardo pra mim as crises...

Guardo pra mim as crises de identidade e a vontade de sumir. Não vou dissertar sobre minhas fragilidades e minhas inseguranças.

"Eu te quis..."

“Eu te quis, todos já sabem. Eu te esperei, todos perceberam. Você se foi, todos esperavam. Eu virei as costas, todos se surpreeenderam.”

"E uma voz..."

“E uma voz em minha mente diz pra eu ir atrás de você: com certeza essa não é a voz da razão.”

Sou...

Sou egoísta, impaciente e um pouco insegura. Cometo erros, sou um pouco fora do controle e às vezes difícil de lidar, mas se você não sabe lidar com o meu pior, então com certeza, você não merece o meu melhor!

Não espere que...

Não espere que reconheçam seu esforço, que entendam seu amor.

Caio Fernando Abreu

"Sejamos diretos..."

“Sejamos diretos para não sermos idiotas: eu te quero.”

Tati Bernardi

Se não for hoje...

Se não for hoje, um dia será. Algumas coisas, por mais impossíveis e malucas que pareçam, a gente sabe, bem no fundo, que foram feitas para um dia dar certo. 
 Caio Fernando Abreu

Mesmo assim eu não esquecia...

Mesmo assim eu não esquecia dele. Em parte porque seria impossível esquecê-lo, em parte também, principalmente, porque não desejava isso. (…)
Caio Fernando Abreu

Não se envergonhe...

Não se envergonhe por amar, e isso não ser correspondido!

Já não sou o mesmo...

Já não sou o mesmo, como você também não é. Endureci um pouco, desacreditei muito das coisas, sobretudo das pessoas e suas boas intenções.

Caio Fernando Abreu

Eu passei todo esse tempo...

Eu passei todo esse tempo esperando que você perdesse o medo de se entregar e dissesse algo que me fizesse ficar. Eu fiquei ao seu lado, querendo te proteger, cuidar de você e te fazer feliz, não querendo nada mais do que sua atenção. Mas tudo tem um limite, o meu chegou ao fim. Então não espere mais que eu esteja aqui quando você olhar para o lado, não espere que eu vá embora para perceber que fui importante, porque poderá ser tarde demais para voltar atrás.

Todo aquele encanto...

Todo aquele encanto que eu sentia por você, de certa forma já passou. Mas o sentimento ainda permanece.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Coração;

Sem medo desperta toda manhã
Sem medo se entrega o dia começa
Querendo viver, ela so pensa em viver
E não vai desistir ela só pensa em viver

Sem medo desperta toda manhã
Sem medo se entrega o dia começa
Querendo viver, ela só pensa em viver

Sem medo não cala o amor e as palavras
Sem medo não teme a dor e as roubadas
Querendo viver, ela so pensa em viver


Estava em pedaços já não mais aguentava sofrer
Pagando os pecados, perdida e exigindo seu máximo sempre
Correndo contra o tempo e procurando uma razão pra viver


Coração já é tempo de pedir perdão
Por tentar achar sempre um culpado e sofrer
cada vez que sai o sol
Coração já é tempo de pedir perdão
Por tentar achar sempre um culpado e sofrer cada vez que sai o sol


Sem medo adormece todas as noites
Vida em seus sonhos
Vida em suas preces
Querendo viver ela só pensa em viver

Sem medo não cala o amor e as palavras
Sem medo não teme a dor e as roubadas
Querendo viver, ela so pensa em viver[...]

E mesmo sorrindo...

E mesmo sorrindo por ai, cada um sabe a falta que o outro faz.

Como é triste...

Como é triste né? É triste saber que tem um monte de meninas correndo atrás dele e todas tem mais chance que você.

domingo, 17 de julho de 2011

"A gente demora pra aceitar..."

“A gente demora pra aceitar, arruma novecentas desculpas para a falta de jeito do outro. Ah, ele é confuso. Ah, ele está tenso. Ah, ele tem medo. Ah, ele é maluco. Ah, ele isso. Ah, ele aquilo. Desculpa, mas quem quer estar junto pensa: ah, que saudade. Ah, que falta ela me faz. Quem gosta, gosta. Sem complicações. Sem armações e armaduras.”
     
Tati Bernardi

Quando você está...

Quando você está longe eu quero te esquecer, mas quando você está perto eu quero tornar aquele momento inesquecível.

Deixa eu...

Deixa eu mimar você, adorar você, agora, só agora. Por que um dia eu sei, vou ter que deixá-lo ir...

sexta-feira, 15 de julho de 2011

A carência, a saudade...

A carência. A saudade. A mágoa. Um quase desespero, uma espécie de avião em queda, mas que a gente sabe que um dia vai se estabilizar.
Martha Medeiros

Chorei...

Chorei três horas, depois dormi dois dias. Parece incrível ainda estar vivo quando já não se acredita em mais nada. Olhar, quando já não se acredita no que se vê. E não sentir dor nem medo porque atingiram seu limite. E não ter nada além deste amplo vazio que poderei preencher como quiser ou deixá-lo assim, sozinho em si mesmo, completo, total.
Caio Fernando Abreu

Digo pra mim mesma...

Digo pra mim mesma “eu preciso ser forte” como quem precisa de um abraço por minutos, sem intervalos. Como quem precisa se manter ocupado a ponto de não ter tempo para pensar, de não ter tempo para lembrar. Só para ter o hábito de se sentir menos vulnerável, menos entregue. Só para ter a certeza de que ainda posso me virar sozinho, é isso.

Jéssica Barreto

Os meus melhores momentos...

Os meus melhores momentos foram ao seu lado.

Ando escrevendo...

Ando escrevendo para mim, como se eu precisasse das minhas palavras para ainda poder acreditar.

O meu mal...

O meu mal é sempre cobrar demais de mim, preciso ser o melhor sempre e isso me destrói aos poucos.

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Antes de você...

Antes de você eu era o suficiente pra mim. Mas agora que se foi eu acho que tá faltando alguma coisa. Eu pensei que eu era forte até te conhecer e perceber que tenho um ponto fraco. Que só você sabe onde é. Mas olha, vou ficar bem. Eu tenho amigos maravilhosos. E tô até voltando a comer. Ficarei totalmente recuperada quando conhecer outra pessoa, e eu sei bem disso. O problema é minha - falta de - vontade de conhecer alguém. Porque é e sempre será você. Enquanto você não volta pra preecher meu vazio e enquanto eu não conheço ninguém eu vou tentando me completar com músicas românticas e um bom e doce café.

Eu quero matar...

Eu quero matar, esquartejar e atear fogo nessa parte de mim que sente a sua falta todos os dias.

Sinto falta...

Sinto falta, sinto saudades. Gostaria de não lembrar, mas parece que não quero esquecer.

"Quando você sente saudade..."

“Quando você sente saudade demais de uma pessoa, então começa a vê-la nas outras, em todos os lugares, de costas, por um jeito de andar, de sorrir ou virar a cabeça de lado.”
Caio Fernando Abreu

Meu pior inimigo...

Meu pior inimigo é a minha memória.

A dor faz...

A dor faz as pessoas mudarem.

O que tem de ser...

O que tem de ser, tem muita força. Ninguém precisa se assustar com a distância, os afastamentos que acontecem. Tudo volta! E voltam mais bonitas, mais maduras, voltam quando tem de voltar, voltam quando é pra ser.

Caio Fernando de Abreu

segunda-feira, 11 de julho de 2011

A cada decepção...

A cada decepção eu perco um pouco daquela esperança que tinha dentro do meu coração.