terça-feira, 24 de janeiro de 2012

A gente não pode...

A gente não pode viver só e ser forte. A gente precisa ter alguém a quem segurar a mão!

Caio Fernando Abreu

"Não é fácil..."

"Não é fácil prosseguir apagando da memória tudo aquilo que fez a nossa história."
Tânia Mara

E de todos os sorrisos...

E de todos os sorrisos que eu vi, só me apaixonei pelo seu.

Já passei noites chorando...

Já passei noites chorando...Já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos...

Clarisse Lispector

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Talvez eu seja apenas...

Talvez eu seja apenas mais um talvez, tentando ser certeza.Tentando ser para sempre, e parando sempre pela metade.

Caio Fernando Abreu

Princesas, parem de chorar...

Princesas, parem de chorar. Larguem suas madrastas. Vistam suas armaduras e peguem suas espadas. Procurem sapos para beijar, são eles que valem a pena. Façam seus finais felizes.

E a gente tenta...

E a gente tenta esconder os sentimentos, mas o olhar entrega.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Acho uma delícia quando...

Acho uma delícia quando você esquece os olhos em cima dos meus, ou quando sua risada se confunde com a minha.

Chico Buarque

Dias melhores vem...

Dias melhores vêm para aqueles que sabem esperar.

"Aprendi também a..."

“Aprendi também a não contar muito com os outros: na medida do possível, faço tudo só. Dá mais certo.”

C.F.A

Você me enche...

Você me enche mas eu nunca falo nada, como eu queria ser a sua namorada...

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Sou apaixonada por abraços...

Sou apaixonada por abraços. Não resisto a segurança de abraços fortes, sinceros que me envolvem e sinto como se um choque de esperança me fizesse ver as coisas de outra maneira. Então, poupe-se de procurar palavras pra me agradar, de algo que me faça sorrir e me sentir melhor… Apenas me abrace, e me segure bem forte.

Caio Fernando Abreu

Confesso que...

Confesso que ando muito cansada, sabe? Mas um cansaço diferente…um cansaço de não querer mais reclamar, de não querer pedir, de não fazer nada, de deixar as coisas acontecerem.

Caio F. Abreu